quinta-feira, 14 de junho de 2018

A Importância da Água na Criação do PSI


Sede. Haras Guanabara

As regiões européias mais bem sucedidas na  criação dos cavalos de puro sangue de corridas não surgiram por acaso, elas se desenvolveram ao longo dos anos em razão da inúmera quantidade de bons animais que nelas nasceram e foram criados. Na Inglaterra destacam-se os campos de Yorkshire, Suffolk, Berkshire, Reading, Gloucestershire, Beckhampton e a região oeste de Sussex. Na Irlanda, as áreas no entorno de Dublin, oeste de Meath, Kildare, Cork, Cahir, Bansha, Doon, Monard, Oola, Palas Green, Adare e Patrickwell. Na França, os principais haras concentram-se no Calvados, Orne e na região de divisa entre os departamentos de Sarthe e Mayenne.



Estação de Tratamento de Água. Haras Guanabara.

Todas essas regiões possuem um aspecto comum, a pureza e qualidade de suas águas, originárias tanto de fontes naturais como de poços artesianos. Segundo trabalho de Burkhardt, J. foram pesquisadas 150 amostras de diversos haras localizados na Inglaterra, e foi constatado que, "yearlings” saudáveis de locomotores apresentavam em comum terem sidos criados em campos cujas águas possuíam teor de cálcio, entre 180 a 300 partes por milhão, além de magnésio + fósforo em percentuais adequados e ricas em sulfatos. Constatou-se, que a incidência de animais com dificuldades nos anteriores oriundos de propriedades cujas águas possuíam teor de cálcio inferior a 90 ou superior a 300 partes por milhão era muito elevada. Por esse mesmo estudo, os problemas que se apresentavam mais comuns eram, sobreosso, pontas inferiores do radio engrossadas, sesamóides com muita tendência a inflamações, desarticulação das juntas do boleto e doenças podais. Outro aspecto também observado, é que essas anomalias começavam a surgir com mais freqüência na primavera, quando o crescimento ósseo é mais rápido devido a abundância de pastagens e quando os joelhos e boletos ainda fracos para o peso, se esforçam em razão do galope da potrada em solo seco. Sendo que os sobreossos e as manqueiras de joelho "estouravam" em forma geral nos inícios do treinamento desses animais.



Pavilhão de Garanhões. Haras Guanabara.



Piquetes. Haras Guanabara.



Maternidade. Haras Guanabara.



Cocheira dos potros. Haras Guanabara.



Cocheira das éguas e administração. Haras Guanabara.


O notável veterinário chileno dr. Arturo Anwandter Paz ao assumir o comando técnico da criação do Haras Guanabara e diante de problemas que já haviam sido observados e relatados no estado de São Paulo pelo dr. Octavio Dupont no relacionado a questões relativas a carências minerais, mandou de imediato analisar a água da principal nascente da propriedade. Como essa água não se apresentou dentro do padrão de mais alta qualidade, dr. Roberto Seabra construiu uma E.T.A. para a devida adequação da mesma aos padrões de excelência que seu nível de criação exigia. A água era então tratada em sua dosagem mineral e com seu teor de cálcio sempre variando entre 180 e 250 p.p.m. a depender da época do ano, do tipo de adubação e correções praticadas nos piquetes. Essa água, após tratamento, era distribuída por gravidade para todos os piquetes, cocheiras, sede, etc. A passagem do dr. Arturo Anwandter correspondeu a época de “ouro” do Haras Guanabara.

Curiosidade: O grande craque argentino Arturo A, assim foi batizado como uma homenagem do Haras Las Ortigas ao dr. Arturo Anwandter. Para termos uma ideia do grau de investimento levado a termo pelos irmãos Roberto e Nelson Seabra no Guanabara, fora a grandiosidade das instalações e a qualidade das importações, o que não deve ter custado na década de 50 trazer da Argentina o veterinário de maior prestigio na América do Sul para residir no Haras Guanabara, distante 200 km do Rio de Janeiro.

O Brasil possui áreas próximas a importantes núcleos de criação que oferecem condições de solo, relevo e água adequados a uma criação de primeira grandeza, e que deveriam ser levadas em consideração antes da instalação de um haras. Como exemplo, pode ser citado o "pequeno e modelar" Haras Curitibano, que além de se situar sobre uma nobre mancha de Latosolo Roxo Eutrófico, encontra-se dentro da importante jazida Ouro Fino, e consequentemente possui a sua disposição das mais consideradas águas minerais do Brasil. Não é por acaso, que, sempre com poucos nascimentos por geração, o Curitibano de forma contumaz se destacou através do desempenho de seus produtos. Os campeões internacionais Gandhi di Job e Boby di Job são seus crioulos.




                                                                                                                           
Haras Curitibano.


O sucesso no PSI é um somatório de vários fatores, que se iniciam na escolha certa da localização do haras, num correto manejo, passando por estudos genealógicos e que termina nos hipódromos com um bom treinamento e direções cuidadosas.



Farda do Stud Seabra.