quarta-feira, 16 de maio de 2018

Flymetothemoon e Ay Caramba


Flymetothemoon, fam. 26, castanho, 2005, RS, nascido e criado no Haras Doce Vale, é um filho de Roi Normand em Onefortheroad por Ghadeer. Obteve em suas brilhantes vitórias no Grande Criterium e GP São Paulo os seus mais expressivos resultados.

Roi Normand, seu pai, foi um garanhão de extremo sucesso entre nós. Tendo produzido 53 vencedores individuais de grupo, tanto no Brasil como no exterior, sendo, 24 G1, 11 G2 e 18 G3, também se apresentou como um avô materno de muito bom padrão. De seus filhos basta nomear Riboletta, Redattore e Super Power para confirmar seu explêndido sucesso na reprodução. Em corrida obteve 5 vitórias e 4 colocações em 17 apresentações, venceu o Sunset Handicap, EUA-G1, 2400 m e o Ark-la-Tex Handicap, EUA-G3, em 1800 metros, ambos na grama.

Roi Normand.



Seu avô materno Ghadeer, preço recorde na europa em leilão por muitos anos, não confirmou nas pistas as esperanças nele depositadas pelo staff de HRH Sheik Maktoum Al Maktoum, sua vitória no G3 italiano Premio Carlo Porta em 2000 metros foi o seu mais importante resultado. Provavelmente seja o mais bem sucedido reprodutor na história do turfe nacional, tendo produzido 65 individuais ganhadores de grupo com 10,73% em vencedores Black-Type, sendo 27 G1 e é avô materno de mais de 80 ganhadores de grupo.

Ghadeer.




Sua mãe Onefortheroad possui 36,36% em vencedores Black Type, ela pertence a um ramo materno de imenso sucesso no Brasil fundado por Court Lady, uma filha da irlandesa Redbrick por Crepello, brilhante vencedor do Derby de Epson, e que tem como avó materna Rosalba, ganhadora das duas principais milhas inglesas para éguas, Coronation Stakes, G1 e Queen Elizabeth Stakes, G1. Redbrick é uma importação do turfman José Mariano de Camargo Raggio, o principal responsável pelo “boom” Bagé quando da implantação de seu modelar Haras Sideral naquelas plagas. Hoje, quase 45 anos após, o também modelar Haras Doce Vale, estabelecido em terras do antigo Sideral, usufrui do explêndido trabalho de infraestrutura e arborização levado a termo por Mariano Raggio. Em nossa opinião o Haras Doce Vale é o mais lindo e encantador campo de criação da região de Bagé.

Court Lady, GPs OSAF, G1; GP 25 de Janeiro, G2; GP Luiz Fernando Cirne Lima, G3 (2x); GP Pres. CCCCN, G3; GP Pres. Luiz Oliveira de Barros, G3 e Clássico Imprensa, G3, é mãe de:

a – Onefortheroad,

GP Diana (CJ), G1, 2000 m,
GP Henrique Possolo, G1, 1600 metros,
GP Carlos Telles e Carlos Gilberto da Rocha Faria, G2, 2000 m,
GP João Adhemar e Nelson Almeida Prado, G3, 1600 m,
2. GP Diana (GV), G1, 2000 metros,
3. GP ANPC, G3, 2000 metros,
4. GP Cruzeiro do Sul, G1, 2400 metros, mãe de:

     - Ay Caramba (irmão inteiro de Flymetothemoon), descrito ao fim da postagem.
     - Flymetothemoon, sendo descrito.
     - Cherie Gigi, mãe de:
               Nostalgie, GP Margarida Polak Lara, G1 e 2. GP Euvaldo Lodi, G3.

     - Platine, GP Adayr Eiras de Araújo, G3.
     - Bye Bye Caroline, vitória, mãe de :
               I Say you Stay, GP João Borges Filho, G2; 2. GP Finah, G3; 3. GP Almirante Marquês de Tamandaré, G2 e GP Pres. Arthur da Costa e Silva, G3.

- É Isso Aí, GP Diana (CJ), G1; 2. GP Francisco Villela de Paula Machado, G2 e 3. GP Barão de Piracicaba, G1.

b  -  Molengão, reprodutor clássico, 5 vitórias (4 EUA) e 9 colocações em 17 saídas.

1. San Antonio Handicap , G2, EUA,
1. Mervyn LeRoi Handicap, G2, EUA,
2. Santa Anita Handicap, G1, EUA,
2. Sunset Breeder's Cup Handicap, G1, EUA,
3. Native Dancer Handicap, G3, EUA,
4. Hollywwod Gold Cup, G1, EUA

c  – New Rochelle, GP João Cecilio Ferraz, G2,

d – Route Sixty Six, mãe de:

        -  Double Trouble, GP Carlos Telles e Carlos Gilberto da Rocha              Faria, G2.

e -  Ohneguinha,

2. GP Luiz Fernando Cirne Lima, G3,
3. GP Juliano Martins, G1.

f – Forty Carrots, vitórias, mãe de:

        - Mud Pie, GP Roberto e Nelson Seabra, G1 e 3. GP Henrique de Toledo Lara, G1.
        - Orange Box, 3. GP Cruzeiro do Sul, G1; GP Francisco Eduardo de Paula Machado, G1 e GP Frederico Lundgren, G3.

g – New Bobcat, GP Pres. Emilio Garrastazu Médici, G2.


Flymetothemoon em sua vitória no GP São Paulo




                                                   Campanha 

2 anos

7. Prêmio Baronetti, 1400 m, AB, Gávea,
10. GP Nestor Jost, G3, 1500 m, GB, Gávea,

3 anos

4. Prêmio Haras Guanabara, 1600 m, GM, Gávea,
1. Prêmio Asociacion Latinoamericana de Jockey Clubs y Hipódromos, 1600 metros, GL, Gávea,
1. Clássico Justiça do Trabalho – 1 Região, L, 2000 m, GB, Gávea,
1. Grande Prêmio Linneo de Paula Machado, G1, 2000 m, GP, Gávea,
3. Grande Prêmio Derby Paulista ***, G1, 2400 metros, GP, Cidade Jardim,
2. Seletiva GP Latinoamericano, 2000 metros, GP, Cidade Jardim,
S/C. GP Latinoamericano, G1, 2000 metros, GP, Cidade Jardim, rodou na entrada da grande curva quando estava na quarta posição,
1. Grande Prêmio São Paulo, G1, 2400 metros, GP, Cidade Jardim,

4 anos

2. Grande Prêmio Brasil, G1, 2400 m, GP, Gávea,
4. Grande Prêmio Antonio Joaquim Peixoto de Castro Junior Gonçalves, G2, 2400 m, GM, Gávea,

5 anos

6. Grande Prêmio Dezesseis de Julho, G2, 2400 metros, GM, Gávea,
6. Grande Prêmio Brasil, G1, 2400 m, GM, Gávea,
3. Grande Prêmio Antonio Joaquim Peixoto de Castro Junior Gonçalves, G2, 2400 m, GE, Gávea,
4. Grande Prêmio Almirante Marquês de Tamandaré. G2, 2400 metros, G2, 2400 m, GM, Gávea.


Flymetothemoon dentro de parâmetros brasileiros apresenta um régio pedigree (os franceses diriam que ele nasceu em pourpre), sua linha baixa, como já vimos acima, é extremamente bem sucedida do ponto de vista clássico no Brasil. Trata-se de um cavalo com modelo bastante elegante, de bom porte, extremamente equilibrado, dono de bela cabeça e ótima expressão. Em linhas gerais, lembra muito seu pai, Roi Normand, mas para melhor enquanto distinção e nobreza.


Como corredor foi um parelheiro de muito boa categoria tendo se sagrado vencedor do Grande Prêmio São Paulo - 2009, uma prova que contou com um dos mais fortes campos dos últimos anos, Top Hat, Time for Fun, Jeune-Turc e Mr. Nedawi foram alguns de seus contendores.

Por uma deferência de seus proprietários, Alfredo Grumser e Patrícia Bozano, para com a grande dama do turfe brasileiro sra. Margarida Polak Lara, Flymetothemoon foi cedido por arrendamento ao Haras Faxina. Infelizmente ele foi apresentado para servir a esse grande celeiro de campeões em seu ocaso, mesmo assim, em sua primeira fornada ofereceu Enfim do Faxina, 5-3-1-1, um potro ao que tudo indicava por suas atuações teria enorme possibilidade de vir a ser um dos líderes de sua geração em São Paulo, mas que morreu ao entrar nos 3 anos vitimado por cólicas. Com 19 produtos em idade de corrida, 6 indivíduos foram apresentados as pistas, dos 13 produtos restantes que não correram 5 (38,49%), eram crias do Faxina e não foram adquiridos quando de sua liquidação, ficando com posterior paradeiro ignorado. Dos 6 que correram, 3 venceram e 1 foi colocado em prova Black-Type. 

Enfim do Faxina.



Temos plena convicção que Flymetothemoon com o seu retorno a Bagé e "real" início na reprodução se apresentará como uma bela surpresa ao élevage nacional. Paper Plane, 5. GP Mario de Azevedo Ribeiro, G3, fruto de sua primeira geração gaúcha, 2015, nos indica o verdadeiro norte desse garanhão. 

Adendo: 

AY CARAMBA.



Ay Caramba, castanho, 2000, RS, também de criação e propriedade do Haras Doce Vale, é um irmão inteiro de Flymetothemoon e com características totalmente distintas quer em tipo físico como em características de corredor. A grosso modo poderíamos dizer que, Ay Caramba é Onefortheroad e Flymetothemoon é Roi Normand. Em que pese as limitadas oportunidades recebidas por Ay Caramba na reprodução, ele se destaca como um reprodutor de grande sucesso, possuindo hoje 45 produtos em idade de corrida, 34 correram e 28 venceram, o que nos dá um impressionante índice de 74,59% de ganhadores e 8,83% vencedores e/ou colocados Black Type. My Chérie Amour, GP Brasil, G1; I Scream, GP OSAF, G1; Ordinary Love, 2. GP Margarida Polak Lara e Orange Box, 3. GP Cruzeiro do Sul e GP Francisco Eduardo de Paula Machado; Oops, 5. GP Roger Guedon, G1e Il Danzatore, 4. GP Frederico Lundgre, G3 são seus principais filhos.


Ay Caramba em sua vitória no Oceanpot Stakes, G3.



                                             Campanha

2 anos

3. Prêmio Fuji-Yama, 1300 metros, AP, Gávea,
1. Prêmio Santos Dumont, 1500 metros, GB, Gávea,
1. Grande Prêmio Costa Ferraz , G3, 1600 metros, GB, Gávea,
1. Grande Prêmio ABCPCC, G1, 1600 metros, GB, Gávea,

3 anos

1. Prova Especial João Vieira, 1600 metros, GM, Gávea,
6. GP Linneo de Paula Machado, G1, 2000 metros, GP, Gávea

EUA 


1. Oceanpot Stakes, G3, 1700 metros, GB, Monmouth Park,
1. Caesar Rodney Handicap, 1800 metros, GB, Delaware Park,
3. River City Handicap, G3, 1800 metros, GP, Churchill Downs,

4. Shadwell Turf Mile, G1, 1600 metros, GB, Keeneland.

Observação importante: A nossa postagem no blog, deu principal ênfase a Flymetothemoon não por uma questão de acreditarmos que ele seja superior a Ay Caramba, e sim, por ser mais recente na memória turfística. Entendemos que ambos são dois excepcionais cavalos, sendo que, Ay Caramba já está mais que provado como reprodutor, mesmo em que pese as mínimas oportunidades a ele oferecidas na reprodução e Flymetothemoon é uma enorme esperança de sucesso. Pelas campanhas poderíamos compreender que Ay Caramba teria filhos mais aptos até a milha e Flymetothemoon para maiores distâncias, mas, a vitória de My Cherie Amour, 5-4-1-0, no GP Brasil nos mostra quão complexo são os mistérios da genética no PSI. 

Escolhas serão sempre escolhas...